X
VELCY SOUTIER DA ROSA

VELCY SOUTIER

Nascido em Clevelândia, PR, em 1951, radicado em Porto Alegre desde 1972.

Cresceu e iniciou a carreira em Passo Fundo. É graduado em Artes Plásticas pela UPF (1986), Especialista em Educação Estética e Arte pelo UNILASALLE (Canoas, 2004) e Mestre em Design pela UFRGS  (Porto Alegre, 2009). Dirigiu a Studio-Escola de Desenho (1988/92). Foi curador do Espaço de Arte FIERGS (1998/2000).

Verbete no Dicionário de Artes Plásticas no RS, é professor de desenho, pintura e design, com 10 obras publicadas, entre elas, Desenhar é fácil, bonito e necessário, e obra em design gráfico-visual conhecida em 60 países.

Dedica-se também à pintura mural, com obras permanentes em instituições civis e religiosas (Porto Alegre, Novo Hamburgo, Caxias do Sul, Canela, Bento Gonçalves e Ijuí).

Possui obras em acervos particulares no Brasil, Uruguai, Equador, Estados Unidos, Holanda, Espanha, França, Itália e Suíça (maior acervo no exterior).

Recebeu a Comenda Pedro Weingärtner da Câmara Municipal de Porto Alegre, pelo conjunto da obra e contribuição à cultura do Rio Grande do Sul e a Medalha do Mérito Artístico Oscar Bertholdo, da Câmara Municipal de Bento Gonçalves, pela obra de reconstituição muralística do Santuário Santo Antônio e contribuição à educação.

 

“Minha obra se assenta sobre uma base clássica que respeita o conhecimento acumulado através da história da arte e da obra dos grandes mestres, onde fundamentos como estrutura, forma, cor e espaço orientam a composição. Da arte moderna aproprio os fundamentos de dinâmica e releitura do espaço, que se transformam em expressão pós-moderna pela inclusão de elementos de diferentes escolas que revisito constantemente. A nova unidade construída sobre minhas temáticas sintoniza-se com a contemporaneidade, sem, no entanto, integrar qualquer corrente autodenominada contemporânea. A busca de referências para estabelecer analogias com outras expressões inclui desde a anatomia de um Michelângelo até o grafismo nouveau de um Klimt ou o fauve de um Matisse, mas a minha trajetória não segue a linearidade de uma escola, ao contrário, encontra na pluralidade das linguagens uma expressão própria.”

 

Obras permanentes/acervos oficiais no Brasil:

Retrato de Barbara Maix – Convento Irmãs do Sagrado Coração de Maria – P. Alegre, RS.

Conjunto de paineis murais temáticos da Capela Zanatta – Ijuí, RS ;

Monumento à Imigração suíço-valesana no RS – Carlos Barbosa, RS;

Acervo da Casa Memória Clemente Raimundo Sauthier/Museu da Imigração suíço-  valesana no RS – Carlos Barbosa, RS;

Museu Ruth Schneider – Passo Fundo, RS;

Mural “Anjos Musicantes”- teto do presbitério da Igreja Senhor Bom Jesus (40m²) – P.  Alegre, RS;

 Políptico “Apocalipse”- acervo/hall Irmã Fátima Giron – Canela, RS;

Murais “Sermão de Limoges”(40m², coro) e “Glorificação de Santo Antônio (20m²,

  abóboda do presbitério) – Santuário Santo Antônio – Bento Gonçalves, RS;

Acervos Municipais/Pinacotecas no Rio Grande do Sul:

Santana do Livramento, Bagé, Uruguaiana, Santa Maria, Rio Grande, Santa Cruz do Sul,

Novo Hamburgo, Nova Petrópolis, Gramado, Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Guaporé,

Espumoso, Frederico Westphalen;

 Acervo Municipal de Tubarão, SC

 Obras permanentes/acervos oficiais no exterior:

Acervo da Casa do Brasil – Madri, Espanha;

Acervo da Comunne de Charrat, Valais, Suíça;

Acervo da Comunne de Fully, Valais, Suíça;

Acervo da Paroisse de Notre Dame des Champs – Martigny, Valais, Suíça;

Acervo da Association Valaisans du Monde – Martigny, Valais, Suíça;

Acervo da Comunne de Saxon – Saxon, Valais, Suíça

 Exposições individuais:

1968 – Espaço II EFRICA – P. Fundo

1970 – Espaço Turis Hotel – P. Fundo

1971 – Galeria Edelweiss – P. Alegre

1979 – Espaço Prédio Histórico dos Correios – P. Alegre

1983 – Espaço Bar IAB – P. Alegre

1986 – Espaço Prédio Histórico dos Correios – P. Alegre

1991 – Espaço Studio-Escola de Desenho – P. Alegre

1995 – Espaço Caveau et Vinothèque de Vison – Charrat, VS, Suíça

1997 – Galeria Alencastro Guimarães – P. Alegre

1998 – Galeria da Casa de Cultura de Rio Grande – R. Grande

         - Espaço Café Majestic – Casa de Cultura Mario Quintana – P. Alegre

         - White Gallery – P. Alegre

1999 – Salle Bâtiment Socio-Culturel – Fully, VS, Suíça

         - Espaço Clube Jangadeiros – P. Alegre

         - Galeria Alencastro Guimarães – P. Alegre

2000 – White Gallery – P. Alegre

2001 – Galeria Alencastro Guimarães – P. Alegre

         - White Gallery/CCCMD – P. Alegre

2003 – Galeria Alencastro Guimarães – P. Alegre

2005 – Galeria da Casa de Cultura de Rio Grande – R. Grande

         - White Gallery/CCMD – P. Alegre

2006 – Expobento/Espaço Prima Sala D’Arte – B. Gonçalves

2008 – Salle Notre Dame des Champs – Martigny, VS, Suíça

2009 – Galeria da Casa de Cultura de Santa Cruz – Sta. Cruz

2010 – Gravura Galeria de Arte – P. Alegre

2012 – Nieto Galeria de Arte – P. Alegre - “Alma de Pássaro”

2014 – Paulo Capelari Galeria – P. Alegre - “Alma de Passaro II”

2015 – Salle St-Félix - Saxon, VS, Suíça

2016 – Galeria Saron – P. Alegre

Exposições Coletivas:

1972 – Galeria Pancetti – P. Alegre

1986 – Espaço do Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore – P. Alegre

1991 – Espaço Anciènne Salle de Gym – Charrat, VS, Suíça

1997 – Espaço Pinacoteca da Aplub - P. Alegre

         - Galeria Delphus – P. Alegre

         - IX Salão de Inverno Internacional de Artes Plásticas de Santana do Livramento - S.

           do Livramento

1998 - “Panorama da Arte Contemporânea Brasileira”: Berlim – Alemanha

1999 – Projeto Enartes: Espacio Miró - P. Alegre, N. Hamburgo, Bagé

1998/2000 - “Bienal Panche Be de Pintura e Tapeçaria”: P. Alegre, Caxias do Sul,

  1. Fundo - Brasil; Betanzos - Espanha: 1° Prêmio internacional

1998/2000 – Projeto Enartes: Casas de Cultura de Santa Maria, Caxias do Sul, Bagé, Novo

            Hamburgo, Uruguaiana, Bento Gonçalves, Gramado, Nova Petrópolis, Santa Cruz

            do Sul, Frederico Westphalen

2000 – Projeto Enartes: Espacio Miró – P. Alegre

         - Via Lívia Galeria – P. Alegre

2000/2003 – Projeto  Enartes Internacional: Santiago de Compostela (Espanha);

            Guimarães, Braga, Santo Tirso, Viana do Castelo (Portugal)

2001/2003 – Projeto Enartes: FAMURS, Casa de Cultura Mario Quintana (P. Alegre);

            Casas de Cultura de Santa Cruz, Guaporé, Espumoso, Rio Grande

2002 – Coletiva  Beneficente de Treviglio – Bérgamo, Itália

2007 – Salão de Artes Prima Sala D’Arte: 1° lugar - Prêmio Aquisição - B. Gonçalves

         - Coletiva Atelier Cor de Vinho – B. Gonçalves

2007/2009 – Projeto Enartes Internacional: Casa do Brasil - Madri (Espanha); Felgueiras,      

            Vila do Conde (Portugal)

2010 – Salão de Arte Fiema Brasil - “No Mundo da Arte, Poluição à Parte” - artista

            convidado - B. Gonçalves

         - Natal Arte – Gravura Galeria de Arte – P. Alegre

2011 – Natal Arte – Gravura Galeria de Arte – P. Alegre

         - Coletiva Arte Quadros – Caxias do Sul

2012 – Natal Arte – Gravura Galeria de Arte – P. Alegre

2013 – “Grandes Nomes” AZ Galeria – Bagé

         - Natal Arte – Gravura Galeria de Arte – P. Alegre

         - “D+20” - Nieto Galeria de Arte – P. Alegre

2014 – “Homenagem Iberê Camargo 100 anos” – Gravura Galeria de Arte – P. Alegre

         - Natal Arte – Gravura Galeria de Arte – P. Alegre

2015 – Casa Cor- Espaço Gravura Galeria de Arte – P. Alegre

 By Soutier

2016 – Lançamento da griffe com reproduções limitadas da obra do artista

Cadastro de

Newsletter

Cadastre seu nome e e-mail para receber nossas novidades!