Vitório Gheno

Vitório Gheno

Vitório Gheno (Muçum1923) é um artista plástico brasileiro.

Com poucos anos de idade mudou para Porto Alegre. Jovem, frequentava assiduamente a Livraria do Globo. A sua facilidade para desenhar levou-o a mostrar seus trabalhos na Editora Globo, que o contratou[] e onde ilustrou dezenas de contos de escritores consagrados. [

Em 1942 participou do primeiro Salão de Artes Plásticas de Porto Alegre e, em 1945, mudou-se para a Argentina, para trabalhar com publicidade, onde permaneceu por dois anos. De volta a Porto Alegre, fez a sua primeira exposição e ganhou um prêmio de viagem pelo Brasil. Passou também a trabalhar para o jornal Correio do Povo.

Em 1950, por conta própria, mudou-se para Paris, para estudar gravura por dois anos. Ao retornar ao Brasil, foi contratado por uma agência de publicidade norte-americana, como diretor de arte e criação. Com a criação da Revista Manchete, passou a colaborar com a revista.

No fim dos anos 1950, Gheno voltou a morar em Porto Alegre onde, em 1957, fundou a primeira loja de decoração da cidade. No início da década de 1960 passou atuar na área de decoração e design de interiores, especializando-se em hotelaria, tendo decorado dezenas de hotéis no Brasil, para redes hoteleiras como a Rede Tropical e Rede Plaza.

É conhecido por seu traço firme e leve, e por suas cores vibrantes, tendo criado milhares de obras utilizando as mais variadas técnicas, como óleoaquarelananquimguachelitografiaacrílico, bico de pena]], ponta secasanguíneapastelcarvão, etc.

Em 2009 recebeu da Câmara Municipal de Porto Alegre a Comenda Pedro Weingartner.

Mais obras deste Artista

Cadastro de

Newsletter

Cadastre seu nome e e-mail para receber nossas novidades!