ARMINDA SOUTO LOPES

ARMINDA LOPES

Arminda Lopes, escultora gaúcha, é natural de Santa Maria, RS, nasceu em 1947.

Reside e trabalha em Porto Alegre, RS, desde 1960. 

Iniciou sua carreira artística em 1980. Foi aluna de Ana Pettini, Cláudio Martins Costa, Danúbio Gonçalves, Leila Sudbrack, Mário Cladera e Vasco Prado.

A formação artística de Arminda Lopes tem forte relação com a produção escultórica do Rio Grande do Sul e parte desse legado incorporou-se na sua obra. Contudo, a vitalidade dos seus volumes e o lirismo de seus personagens assinalam caminhos inovadores e estabelecem novas inquietações de linguagem, que se revelam nos grandes conjuntos escultóricos da sua produção recente.

Nos últimos anos, Arminda Lopes trabalha o tema “Estados da Alma”. Depois de realizar “Perdas” e “Os Miseráveis”, a artista criou uma nova instalação, de grande formato, com o título de “A Estética da Dor”. As esculturas, já expressivas em si mesmas, ampliam seus significados dramáticos quando são articuladas com outras. Aliás, nas suas instalações é o conjunto que nos fala, que nos emociona...”

 Fábio Magalhães

Crítico de arte/Museólogo

 

PRINCIPAIS EXPOSIÇÕES COLETIVAS NO EXTERIOR

2007

Salão do Louvre 2007, Paris, França

Galerie Philippe Gelot, Paris França

 PRINCIPAIS DISTINÇÕES RECEBIDAS

2013

Nomeada membro da Academia Brasileira de Belas Artes – Rio de Janeiro - RJ

2007

Medalha Vermeil – Sociedade Acadêmica de Artes, Ciências e Letras de Paris - França

2006

Comenda Pedro Weingärtner – Câmara Municipal de Vereadores – Porto Alegre, RS.

Mais obras deste Artista

Cadastro de

Newsletter

Cadastre seu nome e e-mail para receber nossas novidades!